A pandemia do novo coronavírus está fazendo com que autoridades do mundo todo ou recomendem ou forcem os cidadãos a permanecerem dentro de suas casas. Muitos têm consumido internet mais do que nunca para se manterem distraídos ou informados, enquanto outros precisam usá-la para trabalhar via home office.

    Por isso, há uma preocupação com o congestionamento das redes, e como canais de vídeo são os grandes responsáveis por boa parte do tráfego da internet, plataformas de streaming têm se antecipado com medidas visando impedir grandes panes mundiais na rede de computadores.

    A Netflix já havia anunciado a redução da qualidade dos seus vídeos lá fora, mas segundo o Estadão, a medida já vale também para o Brasil: desde ontem (23) o btirate dos conteúdos foram reduzidos. Assim, ainda é possível assistir filmes e séries em Full HD ou 4K, mas pela redução no volume de dados dentro desses arquivos, alguns mais atentos poderão observar uma nitidez ligeiramente menor que a habitual.

    Segundo a empresa a medida visa reduzir até 25% do fluxo de dados na plataforma, e inicialmente é válida por 30 dias, podendo ser estendida a partir do ponto em que estaremos da pandemia.

    Facebook e Instagram adotaram as mesmas medidas, mas convenhamos que stories e alguns memes não serão tão prejudicados com a redução de qualidade. O problema dessas redes talvez se encontre na qualidade das transmissões ao vivo, já que o Facebook é muito usado por gamers para transmissões de partidas.

    A companhia de Mark Zuckerberg não informa aspectos técnicos dessa decisão, como a banda que essa mudança deverá economizar, ou por quanto tempo a medida é válida.

    Vale lembrar, Globoplay também reduziu a qualidade dos seus conteúdos, e de forma mais drástica: opções Full HD e 4K foram desativadas, restando agora apenas a qualidade HD. O serviço também abriu conteúdos infantis e novelas durante a quarentena.

    E você, o que acha da decisão dos serviços de vídeo em reduzir a qualidade? Conte para a gente nos comentários!


fonte:tudocelular.com








Deixe seu Comentário