O varzealegrense Cícero Noésio de Sousa, 31 anos, morreu em um dos leitos do hospital Regional do Cariri em Juazeiro do Norte, na madrugada desta terça-feira, 24, por volta das 03h.

    O vidraceiro havia dado entrada no hospital às 15h, da segunda-feira, dia 23 de março, lesionado com três tiros, sendo um na cabeça, outro nas costas e mais um no pescoço.

    Segundo informações apuradas, ele estava em frente à sua casa localizada na Rua Manoel Tavares Lopes (Frei Damião), em Juazeiro do Norte, quando um indivíduo não identificado chegou a “salpicar” lama após passar em uma motocicleta.

    Ao discutir, instantes depois o acusado retornou com a arma de fogo, efetuando disparos contra Cícero Noésio.

    O varzealegrense é de uma família do sítio Rosário, Zona Rural de Várzea Alegre, e residia na região Metropolitana do Cariri, há pouco mais de 2 anos, com a sua companheira. Ele deixa um filho de uma outra união.

    O seu corpo não será velado e sepultado em Várzea Alegre e sim na cidade de Juazeiro do Norte.


fonte:CaririNoticias